Olá visitante, seja bem vindo(a).

Melhora dos sintomas da rinite alérgica

Melhora dos sintomas da rinite alérgica

Os efeitos nos sintomas foram analisados estatisticamente, e comparados a média de score dos sintomas antes do tratamento, e cada dia após a exposição ao magneto biocerâmico emissor do infravermelho longo

Em 2007, Hu KH e Li WT. Investigaram os efeitos clínicos da terapia de infravermelho longo em pacientes com rinite alérgica. Participaram do estudo 31 indivíduos entre 5 e 56 anos de idade; eles foram expostos a um emissor de infravermelho longo de 5 a 12 microns, posicionado à frente dos pacientes, a 30 centímetros de distância da região nasal.

O tratamento foi realizado por 40 minutos , todas as manhãs por 7 dias. Diariamente, os pacientes registraram seus sintomas em um diário, antes e durante o tratamento. Cada sintoma da rinite alérgica foi classificado em uma escala de 0 a 3 pontos de acordo com a severidade; os efeitos nos sintomas foram analisados estatisticamente, e comparados a média de score dos sintomas antes do tratamento, e cada dia após a exposição ao infravermelho longo.

Durante o período de terapia com infravermelho longo, os sintomas de coceira nos olhos, coceira no nariz, congestão nasal, coriza e espirros foram todos significativamente e rapidamente melhorados. Os autores concluem que a terapia de infravermelho longo pode melhorar os sintomas da rinite alérgica, podendo representar uma nova modalidade de tratamento, segura e não invasiva, para esta que é a sexta doença crônica mais comum em todo o mundo e tem significante impacto na qualidade de vida dos pacientes.

Referências dos estudos científicos:

Hu KH, Li WT. Clinical effects of far-infrared therapy in patients with allergic rhinitis. Conf Proc IEEE Eng Med Biol Soc. 2007; 2007; 1479-82).

Deixar comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *